Câmara Municipal aprova pacote de privatizações de João Doria, apesar de voto contrário do PSOL

22/09/2017 Câmara Municipal, Destaques, João Doria

Na noite da última quinta-feira (21) a Câmara Municipal, em mais uma atuação vergonhosa, aprovou o pacote de privatizações de João Doria, que tem o nome oficial de “Plano Municipal de Desestatização”. O PL 367/2017 foi aprovado com 38 votos favoráveis e apenas 13 votos contrários, entre eles os dos vereadores Toninho Vespoli e Sâmia Bomfim, ambos do PSOL.

O pacotão de venda do patrimônio da cidade inclui, o sistema de informações do Bilhete Único, o Mercadão e o Mercado da Cantareira, parques, praças, planetários, terminais de ônibus, estacionamentos, entre outros. Doze outros mercados municipais e os 16 sacolões da cidade foram excluídos do pacote de venda aprovado, apesar de estarem no projeto inicial. Para ler o projeto aprovado na íntegra, acesse aqui.

O parlamentar do PSOL Toninho Vespoli afirmou após a aprovação que “o projeto institucionaliza a concepção de estado mínimo dos tucanos que significa retrocesso ao povo em nome de lucros fabulosos para os empresários amigos do rei”.

Para Sâmia Bomfim, a outra representante do partido na Câmara Municipal, “os sócios das empresas de Dória têm cargos comissionados em vários gabinetes do município e agora poderão se apropriar de bens públicos para aprofundarem seu poderio”, afirmou. “Um prefeito que aparelha a prefeitura para realizar seu sonho de ser presidente”, conclui a vereadora.