Vereadora do PSOL, Sâmia Bomfim pede cassação do mandato de Fernando Holiday

10/04/2017 Câmara Municipal, Destaques, Mulheres, Sâmia Bomfim

samia-e-isaA vereadora do PSOL em São Paulo Sâmia Bomfim entrou, nesta segunda-feira (10/04), na Corregedoria da Câmara Municipal, com pedido de cassação do vereador do DEM Fernando Holiday. O líder da organização ultra conservadora MBL (Movimento Brasil Livre) divulgou ilegalmente os telefones de Sâmia e da suplente Isa Penna – que à época exercia a titularidade – e estimulou seguidores a coagi-las. Em função desse ato, elas receberam milhares de mensagens de cunho ameaçador.

No pedido, a vereadora do PSOL afirma que a ação de divulgar dados pessoais foi coordenada pelo grupo do vereador e fere princípios de intimidade e privacidade. Também nessa segunda-feira, Sâmia registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia de Crimes Cibernéticos pelos crimes de ameaça, difamação e injúria.

Recentemente Sâmia Bomfim criticou o vereador do MBL pela sua empreitada em defesa do programa Escola Sem Partido, considerando como intimidatória a sua atitude de visitar escolas municipais para verificar se havia doutrinação ideológica. Em resposta a isso, ela apresentou o Projeto de Lei nº 207.2017, contra a censura nas escolas, em defesa dos debates plurais e democráticos, contra a ditadura do pensamento único e em respeito ao magistério e aos projetos políticos pedagógicos formulados pelos profissionais da Educação. Para apoiar esse projeto, basta assinar a petição: http://campanhas.samiabomfim.com.br/escolassemcensura.