Marta (PMDB), João Dória (PSDB) e Major Olímpio (SD) vetam Erundina dos debates em São Paulo

17/08/2016 Destaques, Eleições 2016, Erundina nos Debates, Luiza Erundina, PSOL

Do PSOL Nacional

montagem_mart_doria_olimpio

Montagem: PSOL Nacional

As rodadas de preparação para os debates eleitorais televisivos da eleição à Prefeitura de São Paulo terminaram nesta quarta-feira (17). Mesmo com a contrarreforma política de Eduardo Cunha, que tira a obrigatoriedade de serem convocados os candidatos cujos partidos tenham menos de 10 deputados federais eleitos, a candidata do PSOL na capital paulista, Luiza Erundina, foi convidada para os debates pelas emissoras Band, Gazeta e SBT.

Porém, para que a presença da candidata do PSOL, terceira colocada nas pesquisas recentes, pelo menos 2/3 dos candidatos tinham que aceitar – mais uma mudança da lei de Cunha.

Os candidatos Marta Suplicy (PMDB), João Dória (PSDB) e Major Olímpio (SD), com medo de enfrentar o confronto democrático de ideias que deveria pautar todo processo eleitoral, vetaram a presença de Luiza Erundina nos debates televisivos.

O atual prefeito e candidato a reeleição, Fernando Haddad (PT), e o também candidato Celso Russomanno (PRB) foram a favor da presença de Erundina.

No próximo dia 24, o STF vai julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) movida pelo PSOL contra a reforma eleitoral aprovada na Câmara dos Deputados.

Além disso, o PSOL São Paulo organizará, junto a diversos movimentos sociais e setores democráticos, intervenções de rua para barrar esse ataque.

Quem quer governar São Paulo não pode ter medo da democracia.