Câmara Municipal aprova PL que permite a mulheres e idosos descer fora do ponto após as 22 horas

22/06/2016 Destaques, Direitos Humanos, Segurança Pública, Toninho Vespoli

13533082_952418924874713_1498115445312700770_n (1)Foi aprovado no dia 22 de junho em 2ª votação na Câmara Municipal de São Paulo, o PL 172/2014 dos vereadores Gilberto Natalini (PV) e Toninho Vespoli (PSOL) que permite a mulheres e idosos o desembarque do transporte público fora do ponto em horário noturno. Agora, para virar lei só precisa da sanção do prefeito Haddad.

Segundo a ONU, sete em cada dez mulheres no mundo já foram ou serão violentadas em algum momento da vida. No Brasil, apenas em 2014, ao menos 47.646 estupros foram registrados, o que equivale a um caso em cada 11 minutos. A OMS e o IBGE colocam o Brasil na sétima posição do ranking mundial de assassinato de mulheres. São 4,4 homicídios a cada 100 mil mulheres. Os casos são ainda mais frequentes com jovens próximas dos 18 anos de idade, principal público que utiliza os ônibus após as 22 horas.

Para Toninho Vespoli, esta proposta é urgente e um debate sobre ela em São Paulo pode fortalecer esta discussão em outras cidades e até no nível federal. “O machismo é um problema visível no Brasil e tem as consequências mais perversas, entre elas o maior nível de violência contra as mulheres. Debater essa medida aqui em SP nos ajuda a levar este debate para quem não está familiarizado com ele e ainda não percebeu a sua urgência. É uma medida pequena, mas que pode garantir maior segurança para muitas mulheres que trabalham e estudam até tarde”, comenta o vereador.