PSOL oficializa pré-candidatura de Luiza Erundina à prefeitura de São Paulo

10/04/2016 Destaques, Eleições 2016, Ivan Valente, Luiza Erundina, PSOL, São Paulo

O deputado federal Ivan Valente foi escolhido para ser o vice na chapa majoritária do partido para as eleições de 2016

20160410_130839Na manhã deste domingo (10) o Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) se reuniu no Hotel São Paulo Inn para debater a conjuntura política atual e decidir os representantes da chapa majoritária do partido na eleição municipal da cidade em 2016. Estiveram presentes na reunião os deputados Ivan Valente, Carlos Giannazi, Luiza Erundina, além da presidenta municipal do PSOL Michele Vieira e representantes de movimentos como a Raiz Movimento Cidadanista e a PartidA.

Luiza Erundina foi escolhida para ser a pré-candidata a prefeita junto a Ivan Valente, que será o nome a vice-prefeito do partido. Os dois nomes foram escolhidos por ampla maioria dos representantes do Diretório Municipal.

Em sua fala, Luiza Erundina relembrou a importância do PSOL nesta conjuntura política atual e reafirmou que o caminho natural de sua militância foi o de se somar ao PSOL porque já trabalhava em conjunto à bancada do partido na Congresso Nacional. Defendeu a necessidade da radicalização da democracia e da defesa da construção de uma candidatura que apresente as pautas dos trabalhadores, das mulheres, dos negros e negras, das LGBTs, entre tantas outras. “Sem liberdade não há socialismo e sem socialismo não há liberdade”, reafirmou Erundina em um trecho da sua fala que empolgou a militância presente no evento.

O partido realizará uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (11) às 11 horas na Câmara Municipal (sala Oscar Pedroso Horta – 1º subsolo) com a presença de Erundina e Valente para anunciar a pré-candidatura ao conjunto da sociedade e a construção de um programa de governo coletivo e democrático que será realizada ao lado dos movimentos sociais e da população.

Luiza Erundina se filiou ao partido em março deste ano após deixar sua antiga agremiação, o PSB, por divergências ideológicas. Aos 82 anos, a deputada federal eleita por São Paulo em 2014 com 177.279 votos, busca construir uma candidatura coletiva e programática de esquerda, para se contrapor tanto aos candidatos da direita tradicional, como Celso Russomano e João Dória Junior, por exemplo, como ao atual prefeito Fernando Haddad. O anúncio de sua disposição a concorrer animou a militância do partido na última semana.

Erundina foi prefeita da cidade entre 1989 e 1992, quando ainda era do PT, e realizou uma gestão que até hoje ainda é lembrada como referência por muitos. Seu secretariado à época contou com nomes como Paulo Freire e Mário Sérgio Cortella à frente da pasta de educação, Lúcio Grégori, o idealizador da proposta de Tarifa Zero na cidade, Marilena Chauí, Ermínia Maricato, Perseu Abramo e tantos outros. Mostrou que é possível governar sem acordos fisiológicos com o Poder Legislativo e trocá-los pelo apoio popular.

Ivan Valente, por sua vez, é deputado federal pelo PSOL em São Paulo e já foi candidato à prefeitura pelo partido no pleito municipal de 2008. Havia apresentado seu nome como um dos possíveis pré-candidatos para a disputa em 2016, mas pediu que Luiza Erundina se colocasse para participar da disputa pelo PSOL.

 

Partido unificado

Dos 21 votos do Diretório Municipal, 19 foram favoráveis à aprovação da pré-candidatura de Luiza Erundina e houve apenas duas abstenções. Para a escolha do vice da chapa, Ivan Valente recebeu 18 votos, com duas abstenções e um voto no nome de Marcia Tiburi, que foi apresentado durante as discussões pelas representantes da PartidA.